Divulgando o seu currículo

31/10/2010 06:35

Todos sabemos que a busca por um novo emprego é uma tarefa árdua e constante, que só acaba quando encontramos no mercado uma vaga que venha de encontro com o nosso perfil e as nossas aspirações profissionais. Mas a empreitada deve ser feita de forma muito criteriosa, para você não comprometer o seu nome e a sua recolocação. Neste caso, o velho ditado "Não coloque o carro na frente dos bois" é muito válido.

Por exemplo, ao visualizar o anúncio de uma vaga de emprego, seja na internet, em classificados de jornal ou em qualquer outro meio de comunicação, você logo quer saber se a empresa tem vagas na sua área e cargo, certo? Não havendo essa possibilidade, o que você faz?

Se a sua resposta for "Mando meu currículo mesmo assim", muito cuidado. Segundo as empresas que anunciam as vagas no Empregos.com.br, mandar seu currículo para uma vaga que não condiz com o seu perfil profissional pode prejudicar mais do que ajudar. "É horrível quando isso acontece. Por exemplo, quando a organização tem uma vaga em aberto para gerente e um estagiário me manda um currículo como se fosse para o cargo de gerência. A impressão que passa é de mentira, que aquele candidato está tentando passar uma informação que não é a verdade", esclarece Vivian Martins, analista de RH da Yamaha.

Isso é muito freqüente com as empresas de grande porte, que já têm um nome reconhecido no mercado e são possíveis "alvos" de muitos profissionais. "Acaba sendo uma grande perda de tempo para ambos os lados, tanto para a companhia, que vai ter que ler o currículo e ver que não é o que ela precisa, e também para o candidato, já que nessas ocasiões quase todos os currículos acabam sendo descartados", afirma Julia Machado, Gerente de Relacionamento do Empregos.com.br.

Com isso, as empresas têm uma preocupação extra, sendo que muitas delas acabam preferindo ficar na opção "Confidencial", pois assim não têm seus nomes revelados e não correm o risco de receber currículos indesejados. Muitas pessoas também acreditam que podem ganhar pontos telefonando ou indo entregar o currículo diretamente na empresa, o que também é errado. Julia afirma que se a organização optou por receber os currículos pela Internet é justamente porque ela não quer ser incomodada com telefones e currículos de papel. "Isso demonstra uma ansiedade do profissional, sentimento que não é visto com bons olhos pelos selecionadores".

"Eu posso até pegar aquele currículo que não vai me servir no momento e guardar para uma próxima oportunidade, mas como recebemos centenas de currículos por dia, muitos acabam se perdendo e indo parar no lixo", alerta a analista de RH da Yamaha. O ideal, neste caso, é mandar o currículo diretamente para o Departamento de RH das empresas. Nos seus sites corporativos as organizações costumam divulgar o e-mail do RH, ou então deixam um formulário para o profissional preencher com seus dados. É recomendável ainda que o profissional fique atento às vagas que surgem no site, já que quando menos se espera a empresa pode divulgar uma vaga na sua área e para o seu nível profissional.

Se você tem uma experiência profissional relativamente boa, tem formação na área e todos os demais atributos que fazem de você um bom profissional, mas mesmo assim não consegue emprego de jeito nenhum, o problema pode não ser você, mas a forma como as informações estão dispostas no currículo - ou mesmo a falta delas. "Sinto uma dificuldade muito grande dos profissionais cadastrados em descreverem as suas experiências profissionais. Os recrutadores precisam saber o que você já fez que foi realmente benéfico para a empresa. Por exemplo, alguém que trabalha com Cobrança deve mostrar qual percentual de inadimplência ele conseguiu reverter, é uma informação primordial, mas que poucos profissionais apresentam", analisa Julia Machado.
por Camila Micheletti

Confira aqui as melhores formas de divulgar seu currículo:

Internet

Uma das maneiras mais modernas, ágeis e econômicas formas de encontrar um novo emprego, a Internet não só divulga seu currículo para o mundo todo, como também permite que você se atualize e busque as oportunidades existentes em qualquer lugar que desejar, a qualquer hora. Consultorias, agências e empresas de todos os portes e segmentos distribuem suas vagas pelos sites de recrutamento, ou mesmo nos sites corporativos. O grande diferencial da Internet está justamente na redução de tempo e dinheiro, fatores preocupantes para quem precisa de um novo emprego.

Ao invés de gastar um bom dinheiro mensalmente para enviar seu currículo pelo correio, você disponibiliza o currículo online para as empresas contratantes e pode enviá-lo pela rede a qualquer hora, sem nenhum custo e para quem quiser. Para as empresas, a grande vantagem é que elas podem anunciar e recrutar a qualquer hora e em qualquer dia da semana.

Network

A network, também conhecida como rede de contatos, é hoje uma das formas mais eficientes de relacionamento profissional. Ela é usada para conhecer pessoas, firmar relações e facilitar a colocação no mercado de
trabalho. Segundo recentes pesquisas americanas, essa rede de relacionamento realmente dá resultado. Cerca de 70% das oportunidades de emprego são preenchidas graças às indicações que surgem a partir de conhecidos que compõem essa mesma rede.

Por meio das pessoas que fazem parte da sua agenda, é possível ter acesso a vagas não divulgadas na mídia e também chegar até as pessoas que realmente decidem sobre a contratação - diretores, gerentes ou responsáveis pelo futuro contratado. A network, apesar das dificuldades que o mercado enfrenta, tem se revelado como um eficiente instrumento de integração entre pessoas das mais variadas áreas, o que possibilita também novas amizades, criação de novos negócios e novas parcerias. Através da rede, você se apresenta para o mundo e expõe suas habilidades.

Headhunters

Os headhunters são especializados em procurar profissionais que mais atendem ao perfil solicitado pela empresa contratante, geralmente para cargos de diretoria. A principal característica do trabalho dos headhunters é "caçar" o profissional ideal em empresas concorrentes, em outros países ou onde quer que seja.

Estes "caçadores de talentos" trabalham sempre para empresas, pessoas jurídicas, e não pessoas físicas, como muitos podem imaginar. Um outro detalhe pouco noticiado sobre este tipo de serviço é que o principal alvo dos "caçadores" é o profissional empregado, o que não significa, no entanto, que quem está em processo de transição de carreira não seja preterido por uma vaga.

Apesar das consultorias de headhunting não anunciarem vagas, você poderá enviar seu currículo às consultorias cadastrando-o no próprio site da consultoria ou então por e-mail. Algumas ainda aceitam o currículo impresso.

Consultorias

É uma agência mais sofisticada, que não só recruta e seleciona candidatos, como também oferece serviço de recolocação profissional para orientar os candidatos sobre o mercado de trabalho e a busca por emprego.

Há consultorias especializadas em estagiários e trainees, em profissionais de nível médio, em executivos e em determinadas áreas (financeira, tecnológica, etc). Geralmente as consultorias cobram uma taxa pelo serviço de recolocação de candidatos.

Agências de Emprego

São usadas principalmente para o preenchimento de vagas administrativas e operacionais. Existem várias agências nas grandes cidades, algumas mantidas pelo governo e por sindicatos. Há também agências especializadas em determinadas áreas.

Existem empresas que só contratam por meio de determinadas agências, transferindo para elas a responsabilidade de selecionar e apresentar bons candidatos. Geralmente, os candidatos às vagas encaminham seu currículo ou preenchem um formulário e depois são chamados a participar de dinâmicas de grupo e entrevista com o selecionador. Somente depois dessas etapas, alguns candidatos são encaminhados para entrevistas na empresa.

As agências também não cobram nada do candidato, mas apenas das empresas clientes. Algumas fazem o recrutamento para outros tipos de mão-de-obra, porém o atendimento é diferente daquele prestado pelas consultorias, já que as agências trabalham no risco e seus honorários são quitados apenas se ocorrer a contratação do candidato pela empresa cliente.

Jornais

Apesar de estar bem defasado em relação às outras opções, o jornal ainda é considerado um dos mais conhecidos veículos que oferece anúncios de vagas de empregos. Contudo, assim como outras mídias, devemos ter cuidado com a veracidade das informações publicadas.

Fique atento em relação à qualquer anúncio que venha a oferecer um salário muito alto em relação aos outros, quando todos se referirem ao mesmo cargo. Neste caso, investigue a empresa anunciante e tente descobrir a idoneidade da mesma. Nunca temos 100% de segurança, mas não custa nada tentar se prevenir.

—————

Voltar